segunda-feira, 21 de abril de 2014

Meus devaneios. Agradecendo a Deus por tudo.

Oois galerinha! Tudo bem com todos? Espero que o feriadão de vocês esteja sendo repleto de paz! Eu ia postar ontem, mas acabei enrolando e não postando! Hoje esse post será como diz o título sobre meus devaneios. Hoje é um dia super feliz para mim, e por isto mesmo, me lembro dos momentos tristes que já vivi. No ano passado, você que lê este blog há muito tempo, sabe que eu não estava vivendo um momento lá muito feliz. Estava em depressão, com os nervos a flor da pele. Estava perdida, sufocada, me sentia sozinha, desamparada, incompreendida. Me sentia sozinha no mar da vida. Pra quem acha que isso não é possível, eu digo: sim, isto é possível. Me sentia sozinha, mesmo estando cercada por muitos. Parece ser esquisito, né? Mas não é não! Só quem vive algo parecido sabe como é. E pra piorar ainda mais, naquela época, eu e a Dorinha vivemos um dos piores, senão o pior momento falando da nossa amizade. Brigamos feio, ficamos um super tempo sem nos falarmos. Enfim, não vou me estender muito nisso, pois tudo já foi dito no ano passado. Ambas sofremos, choramos, mas ao final, vencemos! Provamos que a nossa amizade está acima de tudo, e até de nós mesmas, que achávamos que tudo estava perdido. Mais daí gente, ontem, assim que abri meus olhos, às 9:00 da manhã, (incrível isso, ainda mais sendo domingo), mas enfim. Acho que meu corpo já se acostumou a acordar cedo. Eu dobrei meus joelhos no chão, e conversei com Deus. O agradeci por todas as bênçãos em minha vida, e até pelos tropeços, que me ensinaram o quanto eu sou forte. O agradeci pela minha tristeza no ano passado, pois foi através dela, que agora, eu posso aproveitar as coisas boas que estão acontecendo na minha vida. O curso que eu comecei semana passada, as professoras, os colegas super legais, o fato de estar tudo tranquilo entre mim e a minha irmã. Estamos super bem, mais unidas e grudadas do que nunca. Por isso eu digo a vocês: Por mais que as coisas pareçam serem difíceis, elas não são. Depois das lutas, a vitória sempre vem, mesmo que demore, mesmo que pareça que está tudo perdido, mesmo que as forças queiram se acabarem. É Deus que nos dá forças, para suportarmos as adversidades da vida. Tem uma frase que eu gosto muito que diz: "Quanto maior a luta, maior será a vitória". Por isso eu digo a vocês que hoje estou feliz. Minhas emoções encontram-se no lugar, apesar de ter algums problemas pessoais, aliás, quem não os tem? Eu não me deixo abater. Sei que um dia minha vitória vai chegar, mesmo que demore, mesmo que meus pés se cansem de caminhar, mesmo que a sociedade diga que eu não vou conseguir, que eu devo parar. Eu não paro, não desisto dos meus objetivos, não desisto de ser quem eu sou. Não desisto de lutar, mesmo que as forças queiram se acabar. Não desisto de esperar, mesmo que o mundo venha se abalar. Não desisto de ser feliz, mesmo que eu não enxergue um palmo à frente do meu nariz. Não desisto de sonhar, mesmo que todos me digam que nunca vou realizar. Sou muito mais do que dizem, falam, pensam, imaginam. Não cheguei até aqui à toa. Não sobrevivi por nada, não sou filha de um Deus que minta, quando diz que a minha vitória chegará. Mesmo que demore,mesmo que se passem anos, mesmo que os dias venham se pintar de negro, mesmo que eu me canse, mesmo que eu pense que estou sozinha, eu sei e creio que não estou. Te agradeço hoje Deus, por tudo o que o Senhor fez até agora em minha vida. Tudo entrego nas tuas mãos, que o Senhhor faça o melhor. Obrigada por cada oportunidade que me deu, por cada pedra em meu caminho, pois foi através delas, que eu consegui construir a minha escada, que ainda tem muito o que crescer, pois a vida é assim, um jogo de erros e acertos, de perdas e ganhos, mas que nos levam ao topo da nossa montanha. No ano passado eu estava triste, desamparada, estava chorando. Hoje estou feliz, rindo à toa, usufruindo dos frutos da fé, das promessas deste Deus que não falha, que não me desampara, que não me abandona nunca, mesmo que por vezes eu me esqueça dele. O que eu relatei aqui, vale para você também. Quantas vezes você se sentiu sozinho (a), perdido (a)? Foram muitas, né? Afinal, somos seres humanos, imperfeitos. Mas eu queria dizer a você, que tem alguém que nunca nos abandona, nunca nos desampara, nunca nos deixa sós. Bom gente, eu vou deixando de devanear. Outro dia eu volto pra contar mais coisas. Desejo um bom feriado para todos (as), e que nesta Páscoa vocês tenham se lembrado do verdadeiro espírito da Páscoa, que não é apenas o de se reunir com a família e se entupir de chocolate, mas Páscoa é renascimento, e nos lembrarmos do grande sacrifício feito por Jesus naquela cruz para nos salvar. Deus, obrigada por tudo, principalmente por seu imenso amor por mim! Mesmo eu não merecendo nada disso, tu foi capaz de se sacrificar, somente por me amar!

Um comentário:

dorinnha radashy disse...

eu te proíbo fer de falar da briga do ano passado, e (esse ano as coisas iam ficar até piores.) mas sei-la. o que nos une é verdadeiramente sólido. pois quando tudo parece que ja caiu, a gente sempre se levanta, e começa de novo. fico feliz em saber que agora a sua vida está em orden. muitas coisas mudaram nesse ano, e é com as mudansas é que vamos amadurecendo. beeijos! e nada de lembrar das brigas. lenbra das risadas. das músicas. das conversas, dos livros!