quarta-feira, 20 de agosto de 2014

-Minhas novidades, novas amizades, meu namoro, minha vida acadêmica.

Ois galera! Já é hora de atualizar a minha vida para todos (as) que visitam este meu cantinho. Na terça, dia 29, eu não fui ao curso, pois acabei perdendo a hora. Ficar acordando tarde durante todos os dias das minhas férias fez isso comigo. Meu corpo não tinha se acostumado a acordar cedo. A noite, eu vi uma apostila que a Mirian tinha mandado com a nova matéria que é "Administração Mercadológica", tem a ver com marketing, super interessante, eu pelo menos gosto disso. Daí nesse mesmo dia eu já comecei a ler a apostila, que é super interessante! No dia seguinte , retornei ao Senai, e de cara gostei da matéria a ser estudada. Marketing é um assunto que me interessa muito, por vários motivos que por enquanto não citarei aqui. Ah! Uma coisa que esqueci de mencionar em um de meus últimos posts. Agora no curso temos uma nova professora. Seu nome é Adriane, e ela chegou no dia 1º de Julho. A Gina saiu, por um motivo que não sei qual foi. A Adriane é super legal! Mega simpática, demonstra uma super vontade de crescer e aprender conosco. E ela também é mais ou menos da nossa faixa etária, tem apenas 22 anos. Gostei muito dela, e conversamos muito. Ela é super prestativa! Na quinta, na aula de AVD só estava eu de aluna, então a Luciana propôs que fizéssemos uma aula diferente. Ela deu várias dicas de moda, super legais. E até que eu ando me vestindo bem sabe, deu pra comparar e trocarmos altas figurinhas. No sábado dia 2, meu amor não veio a Vitória, pois eu tinha um compromisso inadiável, daí não compensava ele vir. Era o dia do chá de bebê da Fernanda. É claro que eu estava morrendo de saudades dele, porque eu não tinha visto ele no dia 26, mas não tinha o que fazer, precisávamos esperar. Eu cheguei no prédio dela por volta de 16:50, porque o evento começaria as 17 horas. Foi super legal lá. Comi horrores, conversei um pouco também. Não deu pra conversar mais, pois lá estava cheio de mulheres barulhentas, que só sabiam falar e falar! Mas é assim mesmo, e eu sabia que seria assim, pois eu já conheço aquele povo. A barriga dela está linda, bem grande e redondinha! O neném é uma menina, e vai se chamar Emanuela. Ela, a minha madrinha, a Marcela, a Eliana e a Silvana me fizeram muitas perguntas sobre o meu namoro, e eu respondi tudo é lógico. Elas também perguntaram sobre o casório e eu disse que assim que tudo estiver definido, comunico. Também deu pra tirar autas fotos. Deixamos o local quando o evento nem tinha terminado, pois voltar pra minha casa de ônibus é meio complicado, demora muito. Na segunda eu fui pro curso, e a tarde eu fui pro Braille, e acabei conversando muito com a Edith sobre seu chá de bebê que seria na sexta. Sua barriga está enorme, deu uma crescida repentina, pois antes ela não estava grande assim não. É maravilhoso sentir o Gustavo mexer. Eu adoro! Vivo colocando minha mão na barriga dela, e aproveito pra conversar com o bebê. Ele gosta disso, e sente e entende tudo o que falamos. Depois que ela se foi, eu esperei por mais alguns minutos, pois o Carlos me convidou para lanchar com ele e com a Alice, pois foi seu aniversário. Esperei um super tempo, e quando eles chegaram, decidiram que eu dormiria em sua casa, pois ficaria mais fácil pra mim e tals. Já faziam alguns dias que eu não ia pra lá. Nós 3, e mais o José Carlos lanchamos em uma padaria super boa, adorei! Na quarta, dia 6, conheci duas meninas super legais. Elas se chamam Nathalee e Nayane e são irmãs. Elas também estudam no Senai, fazem curso de Administração. Adorei elas, e conversamos muito, sobre diversos assuntos, principalmente sobre música. Nosso encontro aconteceu de uma maneira bem engraçada. Eu estava sentada perto da sala com a galera da turma, quando elas se aproximaram, e começaram a fazerem inúmeras perguntas. Nos demos bem de cara! Na quinta, no curso conversei mais com a Nathalee, e depois fomos eu, Alice e Edith almoçar fora. Imagine a cena. Três dv's chegando de bengala no restaurante da Assembleia Legislativa. Foi um acontecimento! O legal foi que as meninas que trabalham lá nos ajudaram numa boa, e conseguimos comer muito, rirmos muito, conversarmos muito, e aproveitamos para decidirmos algumas coisas quanto a arrumação das coisas pro chá de bebê da Edith. Quando voltamos pro Braille, acertamos mais algumas coisas, e combinamos outras. Na sexta, nós 3, mais a Kethlen e o Guilherme almoçamos de novo no restaurante da Assembleia, e mais uma vez fomos super bem atendidos. A comida ali é excelente, virei fã! Dessa vez fomos bem rápidos, e assim que chegamos no Braille, fomos arrumar o refeitório para o evento do dia! Enchemos um monte de bolas, e depois a Flávia e a Kethlen foram fazer os arcos e colocar o painel na parede! Ficou tudo lindo! Depois de algum tempo, eu conheci a prima dela Jaciara, e sua filha Amanda. Adorei elas! São pessoas super simples, e simpáticas! O evento começou por volta de 17 horas, com uma oração feita pelo Carlos. Depois nós fomos comer! Comi muito! Foram poucas pessoas, mas nem por isso, o evento perdeu seu brilho. Deu pra rir e conversar muito. Fizemos a Edith pagar várias prendas. Ela ficou muito engraçada, toda pintada! Deu pra tirarmos autas fotos. Deixamos o Braille quando eram quase 9 da noite, e eu fui pra casa da Alice. No sábado, meu amor foi lá, e deu pra conversarmos e namorarmos um pouco. Foi maravilhoso! Nós até vimos um filme, Cartas Para Julieta, que é lindo, bem agarradinhos! Que delícia! O filme já é mega romântico, e assim ficou ainda melhor! A Edith e o Guilherme também apareceram lá, e foi muito bom, rimos muito, conversamos muito. A noite o Ronaldo e a Maciléia, que moram lá perto apareceram, e nós brincamos e rimos a noite inteira. Nem dormimos, pois meu amor teve que sair às 4 da manhã! Essa não era a minha vontade, mas domingo foi dia dos pais, e ele precisava ficar com seu pai. Não poderia deixar passar. Foi horrível quando o relógio marcou 4:00, e ele teve que se despedir. Por mim, eu o manteria preso a mim, mas não poderia ser assim. Depois que ele se foi, eu acabei dormindo, não fazia sentido ficar acordada. Só acordei quando eram mais ou menos 11:30, e depois de me arrumar, eu, Edith e o Gui fomos comer. Estávamos morrendo de fome, e a Edith não pode ficar muito tempo sem comer por causa do bebê. Durante a tarde, conversamos sobre várias coisas, e deu pra rir mais ainda. Voltei pra casa na segunda, e durante essa semana, estudei muito, e começamos a fazer um Plano de Marketing pessoal. É muito interessante, e eu adorei fazer isso! Nesse mesmo dia, eu e meu amor comemoramos 3 meses de namoro, e foi maravilhoso estar com ele! É maravilhoso estar com ele! Escrevi um e-mail pra ele, depois colo aqui. Na quarta dia 13, foi o aniversário de amizade meu e da Dorinha, e eu me senti feliz, ao poder comemorar com ela mais esta data marcante. Sua gravidez anda de vento em popa. Ela já está na décima quinta semana de gestação, e meu (a) sobrinho (a) está se desenvolvendo super bem! Eheheheheh! Que ele (a) venha logo! Durante esta semana, meu amor andou trabalhando além da conta, segundo a minha opinião. E ele não estava bem. Terça ele estava passando mal, tanto que ele teve que ficar a noite no hospital pra tomar soro. Eu já falei que ele anda trabalhando demais, já pedi pra ele se cuidar, mas infelizmente eu também sei que onde ele trabalha é muito puxado. Só tem ele de psicólogo, e tudo cai em suas mãos. Só que eu já falei. Ele fica doente, e o hospital continua de pé. Espero que ele se cuide, porque não dá pra ficar assim não. Espero que ele me ouça. É engraçado que ele diz que eu tenho que me cuidar, melhorar minha alimentação e etc, mas ele mesmo não faz isso. Alguém entende? Só que eu não quero nem saber. Vou continuar falando pra ele se cuidar. Eu só quero seu bem! Sou chata? Com certeza, mas quem ama cuida! Então eu tenho mesmo que cuidar dele, e me preocupar com seu bem-estar. Só que vocês sabem né, os homens não gostam muito de se cuidarem. Eles acham que somente nós temos este dever, e se esquecem que eles, são seres humanos como nós, sofrem como nós, adoecem como nós. Então eles tem que se cuidarem também. Eu vou falar isso pra ele, até que ele entenda de uma vez. No fim de semana, não saímos, pois ele precisou ir pra casa de seus pais resolver umas coisas lá, daí não deu pra ele vir pra cá. É claro que eu morri de saudades dele, e ainda estou sentindo isso, mas não tenho o que fazer. No curso, estamos estudando agora Comportamento Empresarial, e esta matéria é super interessante. Falando da minha vida acadêmica, eu digo que por vezes eu me sinto muito mal. É que eu ando faltando bastante, coisa que não ocorria no começo do curso. Mas estas faltas, não ocorrem porque eu quero, mas sim por várias circunstâncias, que nem vale apena citar aqui. Só que com isso, me sinto uma péssima profissional, fico me sentindo culpada por perder conteúdos importantíssimos para minha vida futura, me sinto mal por estar descumprindo um compromisso que assumi. Desde meus tempos de escola, nunca gostei de faltar, e até hoje isto me ocorre. Podem me chamar de perfeccionista, e acredito que seja isso mesmo, só que eu detesto faltar. Isso me faz mal, me deixa muito chateada. E fora que não cai bem em meu currículo ter tantas faltas né, eu sei disso, e procuro faltar o menos possível, só que tem vezes, que eu não posso evitar que isso aconteça. O que eu posso fazer, é evitar de faltar, seja por qualquer motivo. Só faltarei quando o motivo for de força maior. Que Deus me ajude sabe. Não quero ser uma profissional ruim, e lá no curso, devo me comportar como se já estivesse trabalhando em uma empresa. Lá eu não vou poder ficar faltando por qualquer motivo. No curso deve ocorrer o mesmo, pois ele é um treinamento para o mercado de trabalho. Desculpem o desabafo gente, mas eu precisava falar, precisava me expressar, precisava compartilhar com você, meus pensamentos. Na sexta, a Mirian me mandou uma mensagem, dizendo que o jornal da Fortes, havia publicado uma reportagem, e nela, havia um depoimento que fiz sobre o curso. Faço questão de colar a reportagem aqui: Capacitação para pessoas com deficiência é sucesso na Fortes parceria firmada este ano pela Fortes Engenharia e o Senai i está trazendo bons resultados. Por meio dela, pessoas com deficiência estão sendo capacitadas no curso de aprendizagem para a formação de Assistente Administrativo. Um grupo de 28 alunos está recebendo ampla formação e desenvolvendo competências para atuação no mercado de trabalho de forma autônoma e crítica. De acordo com Mirian Ferreira, pedagoga e uma das professoras da capacitação, "enquanto docente, é um desafio pessoal e profissional já que estamos falando de um grupo de aprendizes com deficiências diversas. Mas, uma coisa é certa: o trabalho realizado não é mérito somente meu, mas de um grupo de pessoas focadas em oferecer de forma ética e profissional um serviço de qualidade, uma formação profissional e para a vida". complementa elogiando a turma. "É um grupo de alunos que contribui para o desenvolvimento do ensino aprendizagem, pois existe uma troca constante dos saberes. Eles são curiosos, atuantes e isso faz toda a diferença", diz. Uma das participantes da capacitação, Fernanda Oliveira Basilio, aprova com entusiasmo a iniciativa. Ela, que é cega, preparou um depoimento como forma de agradecimento à oportunidade de qualificação das pessoas com deficiência que está sendo oferecida pela Fortes e pelo Senai. Desde o momento que fiquei sabendo desta oportunidade que a Fortes está nos dando, fiquei extremamente ansiosa, torcendo para que este curso fosse realmente bom. Assim que cheguei na sala, minhas expectativas aumentaram, pois este curso é mais do que eu esperava. Com ele, estou aprendendo coisas novas todos os dias, não só falando de conteúdo, mas falando de cidadania, ética, moral, dentre outros. Estar com esta turma tão diversificada é para mim um privilégio, pois através das diferenças que existem, eu posso ver o quanto somos perfeitos por sermos diferentes. Não trocaria esta turma por nada, pois as experiências aqui vividas jamais serão esquecidas. [...] Com sua didática que nos aproxima cada vez mais da realidade, a professora Mirian tem me feito aprender e crescer, não só como uma profissional, mas como uma pessoa, cidadã, consciente de meus direitos e deveres perante nossa sociedade. Com ela, aprendi, dentre outras coisas, que não basta nascer para ser cidadã brasileira. Para ser cidadã, eu, enquanto pessoa, tenho que ser consciente de meus direitos e deveres nesta sociedade onde estamos inseridos. Seu esforço em nos ajudar é maravilhoso. Ela sempre está disposta a buscar soluções para que resolvamos nossos problemas e sempre busca fazer o que é melhor para nós. Ela é alguém que está aqui não somente porque tem uma obrigação a cumprir, mas porque gosta realmente de estar entre nós, alunos tão diferentes, mas com um único pensamento: o de ingressar no mercado de trabalho. Agradeço a Fortes por estar nos dando esta oportunidade tão enriquecedora. E que possamos fazer juz a todo este empenho. Obrigada! FERNANDA OLIVEIRA BASILIO Aluna da capacitação oferecida pela Assim que soube desta reportagem, meus olhos se encheram de lágrimas. Foi maravilhoso saber que algo que eu tinha escrito como forma de agradecimento, tinha ido parar lá dentro da empresa. Poucas pessoas sabem realmente o que tudo isso significa pra mim. Só tenho que agradecer a Deus por tudo o que ele tem feito em minha vida. Não existem sequer palavras capazes de expressar tudo o que sinto. Nós da turma, estamos desenvolvendo um projeto que é super legal, mais depois eu dou maiores detalhes aqui pra vocês. Agora já vou ficando por aqui galera! Desejo a todos (as) um bom resto de semana, e se eu não voltar mais aqui, até o próximo post! Fiquem todos com Deus! Beijo!

2 comentários:

dorinnha radashy disse...

ois. já faziam longos dias que eu não passava pela rede, mas resolvi comentar aqui. várias coisas que te aconteceram eu sabia, mas de outras não. realmente sua vida está bem cheia, bem movimentada, e bem atualisada quanto as informações que vc adquire a cada aula do seu curso. continue sempre assim. e obrigadinha por ter sitado meu bebê aqui. quase chegando a 16ª semana.

Fernanda!!!! disse...

Nem precisa agradecer! Eu amo você, e amo seu bebê! Verdade, tenho mesmo que atualizar minha vida aqui, precisava mostrar a todos que as coisas estão correndo bem por aqui. Sua vida também está mega atualizada, ando lendo sempre o seu blog. Bjs!