quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Pedaços de amizade.


           PEDAÇOS DE AMIZADE

            Amizades são feitas de pedacinhos. Pedacinhos de tempo que
 vivemos com cada pessoa.
            Não importa a quantidade de tempo que passamos com cada amigo,
 mas a qualidade do tempo
 que vivemos com cada pessoa.
            Cinco minutos podem ter uma importância muito maior do que um
 dia inteiro.
            Assim, há amizades que são feitas de risos e dores
 compartilhados; outras de escola;
 outras de saídas, cinemas, diversões; há ainda aquelas que nascem e a
 gente
 nem sabe de quê, mas que
 estão presentes.
            Talvez essas sejam feitas de silêncios compreendidos, ou de
 simpatia mútua sem
 explicação.
            Hoje em dia, muitas amizades são feitas só de e-mails e essas
 não são menos importantes.
            São as famosas "amizades virtuais." Diferentes até, mas não
 menos  importantes.
            Aprendemos a amar as pessoas sem que possamos julgá-las pela
 sua
 aparência ou modo de
 ser, sem que possamos (e fazemos isso inconscientemente às vezes)
 etiquetá-las.
            Há amizades muito profundas que são criadas assim.
            Saint-Exupéry disse:
            "Foi o tempo que perdeste com tua rosa que fez tua rosa tão
 importante."
            E eu digo que é o tempo que ganhamos com cada amigo que faz
 cada
 amigo tão importante.
            Porque tempo gasto com amigos é tempo ganho, aproveitado,
 lembranças para cinco minutos
 depois ou anos até.
            Um amigo se torna importante pra nós, e nós para ele, quando
 somos capazes, mesmo na sua
 ausência, de rir ou chorar, de sentir saudade e nesse instante trazer o
 outro bem pertinho da gente.
            Dessa forma, podemos ter vários melhores amigos de diferentes
 maneiras.
            O importante é saber aproveitar o máximo cada minuto vivido e
 ter depois no baú das
 recordações horas para passar com os amigos, mesmo quando estes estiverem
 longe dos nossos olhos.

2 comentários:

dorinnha radashy disse...

ja faz tempo q você não é minha amiga.
ja faz tempo que você não é mais 1 contato na minha lista do msn.
ja faz tempo que você não é a menina de vitória que lê meu livro.
ja faz tempo que você não é aquela que me fez ser também a sua leitora.
agora,
ja faz tempo,
que você é a minha irmã.
não por conta da genética,
não por conta da adoção,
símplismente,
porquê o meu coração te escolheu pra ser minha irmã,
e dentro dele você é sim,
a irmã que eu ganhei em 2011,
e que estará dentro dele eternamente.
mesmo que o jaws fique cego,
que o nvda fique mudo.
mesmo que os telefones sejam substituidos por compufones,
mesmo que os meios de comunicações fiquem escassos.
minha irmã você é,
você vai ser,
você será.
eu te amo.

Fernanda!!!! disse...

Você não é mais a menina de voz fininha que me deixou ler seu livro.
Você não é mais aquele contato no msn que eu só falava oi.
Você não é mais aquela minha amiga de São Paulo.
Você é sim, minha irmã.
Que eu ganhei em 2011.
Um presente que Deus me deu.
Você é sim, aquela que eu tenho orgulho em chamar de irmã.
Aquela que por maior que for a tempestade está sempre comigo.
Aquela que me ama além de meus defeitos e qualidades.
Somos irmãs não por uma condição genética, mais sim porquê o meu coração te escolheu pra ser a minha irmã.
A minha melhor amiga.
A minha confidente.
O nosso amor veio do céu.
Onde não há imperfeição.
Meu coração gritando diz, que eu te amo.
Quero gritar pra Terra, céu e Mar o quanto eu te amo.
Este blog não é suficiente pra dizer isso, pois meu amor vai além de palavras.
Vai além de gestos ou ações.
Eu te amo, minha maninha perfeita.